Blog – “It’s more than music!”

rock ” Ouvir, cantar ou compor músicas é algo muito mais além do que: atos ou mesmo atitudes! A musicalidade vem da essência do SER. É claro, que  pensar em música já nos remete a entretenimento! Mas, não é deste conceito de música que estou falando! Eu falo aqui, de pessoas que assim como eu, respiram e transpiram-na!

Alimentam-se dela, “vivem em sua função”, e quando uso esse termo, não me refiro a fanatismo, me refiro a pessoas que possuem  seus empregos em áreas diversificadas, e mesmo assim continuam por exemplo: tocando violão no fim de semana com os amigos, ou mesmo “tirando um som” daquela guitarra antiga porém que nunca fica empoeirada já que tocá-la é seu hobby favorito, pessoas que fazem aulas para aprender a tocar instrumentos ou cantar, mas que as fazem por prazer, por necessidade intrínseca da alma e não por dinheiro ou status! Que encaram ter uma “banda de garagem” só pra ter uma BANDA, e se divertir , ter orgulho de dizer que não pertence ao senso comum!

Falar em dinheiro: é entrar em contato com a película mais fina da superfície das camadas da sociedade! Bem, dizer que VOCÊ não quer ganhar dinheiro fazendo o que AMA é completa estupidez! Todos nós músicos queremos SIM viver disso, nos sustentar com isso! Mas agora chego ao ponto que gostaria de ressaltar: música por dinheiro não vale a pena, perde a essência e a paixão, esse não pode ser o objetivo, a razão maior , na verdade, o dinheiro é consequência, porém consequência esta, que só virá depois de muito amor, suor, dedicação e profissionalismo! 

Após viagens cansativas em vans apertadas, nas quais você carrega os companheiros de banda e seus respectivos instrumentos (imagine só  – você , mais no mínimo 4 pessoas, uma bateria completa e todos os outros instrumentos dentro de uma VAN ou mini-van), apresentações com a aparelhagem de som ruim, em lugares primordios e as vezes precários, seguidos de muita microfonia e choques elétricos! E o maior detalhe: raramente você será bem pago por isso, e no fim de seu show:

não se esqueça que é você quem desmonta TUDO antes de poder ir embora! 

           Então, se você resistir  a TUDO isso,  e também ao nocaute que o cansaço da falta de reconhecimento irá lhe dar, aí sim , eu lhe digo com prazer: você é um músico, e não porque você toca um instrumento ou canta, mas porque sua paixão vence seu cansaço, seu prazer supera suas dificuldades, e você ultrapassa seus próprios limites: físicos e psicológicos!  

DEIXE UM COMENTÁRIO